Varicocele

Varicocele caracteriza-se pela dilatação das veias da região do escroto onde estão localizados os testículos, formando varizes venosas tortuosas e congestas. A dilatação dessas veias represa o fluxo sanguíneo venoso local, levando a um aumento do escroto, um rebaixamento do testículo, a um acúmulo de substâncias tóxicas e ao aumento de temperatura local. Tudo isso pode gerar alterações na quantidade e qualidade dos espermatozoides, sendo uma das principais causas de infertilidade masculina, além de dor em peso local irradiado para o canal inguinal.

No mundo inteiro, ela ocorre em aproximadamente 15% dos homens. Em casais com problemas para engravidar, pode estar presente em até 35% dos homens. Em adolescentes, a frequência é muito semelhante  encontrada nos adultos, e seu aparecimento se dá geralmente entre os 14 e 15 anos de idade. A varicocele ocasiona também, com o passar dos anos, diminuição do tamanho dos testículos. Ela é encontrada predominantemente no testículo esquerdo (75 a 95%), algumas vezes em ambos (10% a 20%) e, raramente, no direito.

Relembrando entre os sintomas mais comuns da varicocele estão: dor no testículo, sensação de peso no(s) testículo(s), infertilidade, diminuição (atrofia) do(s) testículo(s) e veias aumentadas visíveis ou palpáveis na região escrotal.

O diagnóstico da varicocele pode ser realizado pelo exame físico por meio de manobras que aumentem a pressão abdominal, provocando um inchaço das veias. Para confirmação do diagnóstico deve ser feito um exame chamado Eco Doppler, em que é possível verificar se realmente há refluxo de sangue, além de conseguir medir a intensidade desse refluxo. Os vasos do plexo pampiniforme apresentarão dilatação superior a dois milímetros.

Os efeitos da varicocele são progressivos e de 40 a 70% dos casos os pacientes apresentam melhora dos resultados do espermograma após o tratamento. Além disso, aumentam as chances para se conseguir uma gravidez.

Há três opções de tratamento para varicocele, mas o principal é o cirúrgico. Este é realizado na região da virilha do homem. Idealmente este tratamento é feito com o auxílio de um microscópio, já que as veias dilatadas são muito finas para serem vistas a olho nu. A cirurgia dura aproximadamente 45 minutos de cada lado e o paciente tem alta do hospital no mesmo dia. A cirurgia laparoscópica é outra opção, mas muito menos usada. A embolização da varicocele é um processo não cirúrgico, semelhante a um cateterismo. Não é preciso anestesia geral (na maioria das vezes apenas sedação) e o procedimento dura apenas uma hora em média, mas também muito pouco utilizada em nosso meio e com resultados inferiores ao tratamento cirúrgico com o uso de microscópio.

Cirurgia varicocelectomia

Cirurgia varicocelectomia

AGENDE SUA CONSULTA

Para consultas particulares: 11 3053-6960 ou 11 96318-5920

Por email: